O volume de implementos rodoviários emplacados de janeiro a setembro de 2015 recuou 41,02% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir). Nos nove primeiros meses desse ano, a indústria entregou 69.053 unidades, ante 117.078 emplacamentos no mesmo intervalo de 2014.

Na análise por segmentos, a maior queda foi verificada no setor de pesados, isto é, reboques e semirreboques, que emplacou 22.586 unidades no acumulado dos nove primeiros meses desse ano, um recuo de 46,27% ante os 42.038 produtos entregues no mesmo período do ano passado.

No setor de leves (carroceria sobre chassis), a queda foi de 38,08% na mesma base de comparação. Entre janeiro e setembro de 2015, 46.467 produtos foram emplacados, ante 75.040 unidades em igual período de 2014.

Em nota, o presidente da Anfir, Alcides Braga, afirma que, dada a perspectiva de que a economia do País deverá permanecer desaquecida em 2016, a recuperação da retração atual de mais de 40% “não deverá acontecer antes de 2017”.