Brasília – O presidente Lula afirmou hoje que o Fundo Monetário Internacional precisa mudar comportamento. “O FMI não pode ter para o desenvolvimento dos países pobres uma única receita, que é o ajuste fiscal duro, muitas vezes não permitindo que os países cresçam?, disse. Ele participou, por meio de vídeo-conferência, da 5ª Conferência Anual da Rede de Parlamentares sobre o Banco Mundial, na França.

Lula defendeu ainda que o FMI adote uma linguagem de crescimento econômico e distribuição de renda. ?É preciso o FMI começar a diferenciação do que é investimento produtivo e o que é dívida. Eu estou convencido que teremos esse avanço. É apenas uma questão de tempo, de conversa. E vocês parlamentares podem ajudar?, afirmou.