A inflação na cidade de São Paulo continuou a perder força na terceira semana de maio. O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) na capital paulista desacelerou de 0,47% para 0,32% entre a segunda e a terceira quadrissemana de maio, segundo informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Mas São Paulo não foi a única cidade a apresentar aumento menos intenso de preços. Todas as sete pesquisadas pela FGV para cálculo do índice tiveram inflação mais fraca, ou até estabilidade (0,00%) no mesmo período.

Hoje a FGV anunciou os resultados regionais de inflação das sete capitais usadas para calcular o IPC-S de até 22 de maio. De acordo com a FGV, além de São Paulo, as cidades que apresentaram desaceleração de preços ou estabilidade, da segunda para a terceira quadrissemana de maio, foram Rio de Janeiro (de 0,88% para 0,72%), Porto Alegre (de 0,22% para 0,00%), Recife (de 0,55% para 0,18%), Salvador (de 0,98% para 0,86%), Brasília (de 1,03% para 0,73%) e Belo Horizonte (de 0,68% para 0,56%).