O número de novas empresas constituídas no Paraná neste ano já chegou a 33.224, segundo dados divulgados ontem pela Junta Comercial do Estado (Jucepar). São quase 600 empresas a mais do que o resultado verificado nos primeiros 11 meses do ano passado. Desse total, 19 são grandes empreendimentos. Dentre as novas empresas criadas este ano no Estado, 19.236 são empresas de sociedade limitada, 13.869 de empresas individuais e 44 de cooperativas. Ao mesmo tempo em que registrou aumento no número de novas empresas comerciais, industriais e de serviços, a Junta Comercial também verificou uma redução no número de empreendimentos extintos.

“São dados que demonstram que o Paraná vive um de seus melhores momentos”, analisa o governador Roberto Requião. “As novas empresas estão se instalando em todas as regiões do Estado, garantindo o fomento de cadeias produtivas, o aumento das exportações e, principalmente, a geração de novos empregos”.

Só com as empresas já atraídas pelo programa Bom Emprego – que dá uma dilação de 48 meses no pagamento do ICMS – são R$ 76 milhões em impostos que serão acrescidos aos cofres públicos para novos investimentos sociais e na área de infra-estrutura. As 19 empresas enquadradas no programa prevêem a geração de mil novos empregos diretos. O programa dá mais benefícios aos empreendimentos instalados nas regiões mais pobres do Estado.

A vinda de novas empresas ao Paraná é atribuída também às medidas aprovadas por Requião para estimular as compras dentro do Estado e de isenção das micros e pequenas empresas do pagamento do ICMS. Do total de novas empresas constituídas este ano no Paraná, cerca de 29 mil são consideradas microempresas.

Indicadores

O governo do Estado lembra também que diversos indicadores apontam que o Paraná vive um momento histórico na expansão de sua economia. Dados do Ministério do Trabalho, por exemplo, apontam que o Paraná gerou nos primeiros nove meses do ano 82.330 empregos formais, ficando entre três Estados líderes na criação de novos postos de trabalho.

O resultado representou um crescimento de 5,47% sobre o total de trabalhadores com carteira assinada no Estado. Só em setembro, foram criados 10.113 novos postos de trabalho entre os paranaenses, um aumento de 0,64%. Tanto no acumulado do ano como no mês avaliado, os resultados foram os melhores da região Sul.