A contratação de trabalhadores mais experientes aumentou em 2006 segundo mostra a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad). A participação dos ocupados de 40 a 49 anos de idade no total da população ocupada no País passou de 20,5% em 2005 para 20,8% em 2006. Já a faixa de 50 a 59 anos elevou sua participação de 12,2% para 12,7% no período, e a de 60 anos ou mais, de 6,3% para 6,6%.

O gerente da pesquisa mensal de emprego do IBGE, Cimar Azeredo, que também participou da Pnad, disse que esse aumento na fatia dos mais velhos no total dos ocupados reflete mudanças nas regras de aposentadoria, transformações na estrutura demográfica do País – com crescente envelhecimento da população – e também a opção de algumas empresas de contratação de profissionais mais experientes.

Por outro lado, a participação dos mais jovens no total de ocupados caiu de um ano para o outro. Na faixa etária de 20 a 24 anos, a participação passou de 13,2% em 2005 para 12,8% em 2006.