Procurando amenizar uma crise que vinha atingindo seus negócios desde o ano passado e lutando para cumprir compromissos financeiros, a Cooperativa Cofercatu está vendendo seu principal ativo, uma usina de cana-de-açúcar localizada no município de Florestópolis, no Norte do Estado.

Por R$ 182 milhões, a Usina de Álcool e Açúcar Cofercatu está passando para o controle do Grupo Alto Alegre, que é uma das maiores companhias sucroalcooleiras do País. O grupo também está assumindo as dívidas da unidade.

A venda foi feita sem grande alarde, mas já vem sendo concretizada pelo menos desde 18 de março, quando os cooperados da Cofercatu aprovaram a operação, em assembleia geral extraordinária realizada na cidade de Porecatu, também no Norte do Estado. A venda deve ser concluída ainda nos próximos 60 dias.

Segundo o presidente da cooperativa, José Otaviano Ribeiro, a operação permite à Cofercatu quitar suas dívidas e focar em outros negócios. Ele explica que as dificuldades na administração da usina começaram após uma expansão da unidade, em 2006.

A obra aumentou a capacidade de processamento de cerca de 600 mil para 1,5 milhão de toneladas de cana-de-açúcar, mas gerou uma dívida que a associação não conseguiu mais administrar.

Para Ribeiro, a venda também era inevitável devido à concentração cada vez maior de poucas, mas grandes organizações no setor. “Estão comprando muitas usinas. Dificilmente uma unidade isolada, como a nossa, iria sobreviver em um mercado assim, cada vez mais concentrado”, explicou.

Ele lembrou, ainda, que apesar da unidade de Florestópolis ser a de maior faturamento da cooperativa, não havia lucro. “De que adianta faturar e não sobrar nada depois? Tem que ter resultado”, questionou.

Processamento

Mesmo em dívidas e, ainda em março, com atrasos nos pagamentos de cerca de 1,3 mil cortadores de cana, a unidade da Cofercatu processou 1,06 milhão de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2009/2010, encerrada na última sexta-feira (02).

A produção de etanol foi de 66,352 milhões de litros e a de açúcar de 11,848 mil toneladas. Na nova safra, cujo início está previsto para 17 de maio, a unidade deve moer 1,35 milhão de t de cana, próximo à capacidade máxima de processamento.

Com a aquisição, o Grupo Alto Alegre deve beirar 15 milhões de toneladas de cana-de-açúcar processada na safra 2010/2011 nas cinco usinas que possui ou é acionista.

Com sede administrativa e uma usina em Presidente Prudente (SP), o grupo já tinha duas unidades no Paraná, nos municípios de Santo Inácio e Colorado. É ainda sócia da Usina Alta Mogiana, em São Joaquim da Barra (SP).

O Grupo Alto Alegre disputa ainda com as multinacionais Bunge e a Açúcar Guarani, da francesa Tereos, a aquisição da Usina Mandu, localizada em Guaíra (SP) e próxima à Alta Mogiana.

No entanto, a aquisição da Cofercatu e alguns empecilhos nas negociações com a Mandu, podem fazer com que a companhia brasileira, até então favorita, recue na compra da unidade paulista. O negócio deve ser finalizado até o início de maio.