A balança comercial brasileira registrou, na terceira semana de maio (17 a 23), um superávit de US$ 621 milhões. Esse saldo foi resultado de exportações de US$ 1,868 bilhão menos importações de US$ 1,247 bilhão. Com esse desempenho, no mês, a balança comercial acumula um superávit de US$ 1,797 bilhão.

Até o dia 23, as exportações somam US$ 5,262 bilhões, com média diária de US$ 350,8 milhões, o que representa um acréscimo de 15,6% em relação à média exportada no mesmo período de 2003. Já as importações totalizam US$ 3,465 bilhões, com média diária de US$ 231 milhões. Apesar de representar um volume menor que as vendas externas, a média diária das importações apresenta, no período, crescimento de 25,9% em relação ao mês de maio de 2003.

No ano, o saldo comercial acumulado é um superávit de US$ 9,923 bilhões, com exportações de US$ 31,3 bilhões e importações de US$ 21,377 bilhões.

Em relação ao mesmo período do ano passado, as exportações estão 30,56% maiores enquanto as importações apresentam crescimento de 23,32%. De janeiro até a terceira semana de maio de 2003, o saldo comercial foi superavitário em US$ 6,639 bilhões, o que significa dizer que, neste ano, o desempenho da balança comercial está 49,46% maior que o verificado em 2003. A expectativa do mercado para a balança neste ano é de um saldo positivo de US$ 26 bilhões.

Os dados da balança comercial foram divulgados ontem pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.