Desde janeiro de 2005, os Armazéns da Família mantidos pela Prefeitura fizeram 7,3 milhões de atendimentos a famílias de baixa renda. Os produtos dos Armazéns são, no mínimo, 30% mais baratos que no comércio tradicional.

Os clientes economizaram R$ 223 milhões ao longo dos últimos cinco anos.