A semana curta, por causa do feriado do Natal, reduziu significativamente os negócios no mercado de câmbio hoje. Apesar disso, o dólar caiu 0,17% e fechou a R$ 2,920 na venda, menor cotação desde o fechamento de 12 de novembro deste ano (R$ 2,902). Na máxima do dia, pela manhã, a moeda chegou a subir 0,30%, atingindo R$ 2,934 na venda.

A diretora de câmbio da corretora AGK, Miriam Tavares, avalia que o dólar oscilou menos do que o previsto. Segundo ela, em dias de poucos negócios, qualquer entrada ou saída, por menor que seja, causa fortes oscilações na cotação da moeda. “Hoje, o mercado foi bem devagar, com baixo volume e pouca liquidez”, disse.

A expectativa do mercado gira em torno da decisão do Banco Central sobre uma dívida pública atrelada ao câmbio de US$ 2,3 bilhões, que vence no próximo dia 2. O BC ainda não anunciou se vai ou não rolar parte desta dívida. De acordo com a diretora da AGK, o mercado já espera o resgate integral ou parcial da dívida. “Se houver rolagem, vai ser de 10% a 15% do total”, afirmou. (FolhaNews)