O Zoológico de Curitiba, no bairro Boqueirão, conta com três novos moradores. São os irmãos Faísca, Fumaça e Fuligem, cachorros-do-mato que com aproximadamente quatro meses, que vieram de Bandeirantes, na região Norte do Paraná, destinados pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Eles foram destinados para Curitiba após perderem sua mãe.

+Leia mais! Nota Paraná muda e passa a ter até prêmio milionário. Entenda!

“Hoje eles estão no setor técnico do Passeio Público, recebendo suplementação de vitaminas, alimentação adequada para a espécie e a imunização necessária, conforme cronograma”, conta a chefe de fauna do Zoo de Curitiba, Nancy Banevicius.

Os três chegaram ao Zoológico de Curitiba na segunda quinzena de outubro e já receberam tratamento profilático, para então darem início ao protocolo das vacinas. Quando estiverem imunizados, serão transferidos para um recinto só deles no Zoológico. A ideia é que eles tenham um local de bem-estar, com estímulos para desenvolver instinto e comportamento natos.

Foto: Lucilia Guimarães/SMCS
Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

Se tudo correr conforme o esperado, isso deve acontecer no início do primeiro semestre de 2020.

+Viu essa? Um morre e dois ficam feridos em grave acidente no Cajuru, em Curitiba!

Mãe foi abatida

Faísca, Fumaça e Fuligem foram destinados ao Zoológico de Curitiba após ficarem órfãos. A suspeita é que a mãe dos filhotes tenha sido abatida por cães domésticos da fazenda onde eles nasceram.

Foto: Lucilia Guimarães/SMCS
Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

Outras espécies

Não é a primeira vez que o Zoo de Curitiba é destino de animais órfãos. Já foram abrigados por lá lontras, papagaios, corujas, entre outros.

Em greve, servidores de Curitiba invadem Câmara Municipal