Rodrigo dos Santos Brito, 29 anos, o “Digão”, foi assassinado dentro do próprio carro, perto da Unidade de Saúde do Pilarzinho, na Rua Guy de Maupassant. A Delegacia de Homicídios investiga se a morte dele tem relação com outro homicídio ocorrido na mesma rua, sábado passado.

Segundo testemunhas, uma Ipanema preta com placas de Pinhais parou ao lado do Gol preto MRB-7515, de Almirante Tamandaré, onde estava “Digão”. Um passageiro atirou várias vezes contra a vítima e fugiu. “Digão” morreu na hora, atingido por três tiros na mão e no pescoço.

Vendedor

O irmão da vítima declarou para a polícia que ele trabalhava como vendedor de roupas. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, “Digão” já esteve preso por porte ilegal de arma de fogo. Sábado passado, o ourives Alex Miguel Oliveira, 28 anos, foi assassinado com dez tiros de pistola calibre 380 na mesma rua.