O supermercado que ficou famoso ao lançar em Curitiba a promoção do R$ 1, mostrada pela primeira vez aqui na Tribuna, vai abrir uma segunda loja em Curitiba. A rede, que é de Francisco Beltrão, no interior do Paraná, tem uma loja na capital, localizada no bairro Atuba. Nesta sexta-feira (31) entra em atividade a filial do bairro Portão, na Rua João Bettega, 1040.

A nova loja é a 18ª da rede, fundada em 1998. Foram investidos R$ 25 milhões em uma área de 5,6 mil metros quadrados de área construída, com estacionamento no subsolo, restaurante e loja. Foram gerados 150 empregos diretos e indiretos, que se somam ao atual quadro de colaboradores da rede, formado por 1,5 mil profissionais.

O diretor presidente da rede, Edy João Dal Berto, recorda que quando o projeto foi iniciado, ainda não estava em pauta a temática da pandemia, e que os investimentos foram mantidos, considerando o crescimento do mercado regional.

+ Leia mais: Presa por “rachadinha”, vereadora Fabiane Rosa é presidente do Conselho de Ética e Decoro

“A abertura da loja do Portão representa muito para o grupo e simboliza nosso trabalho, dedicação e amor pelo setor varejista. É motivo de muito orgulho consolidar a construção da nossa marca e do nosso business em Curitiba”, disse. O representante da rede diz que pretende ampliar a atuação da bandeira na capital.

A nova loja tem uma grande área voltada à panificação, o Espaço do Sushi e da Pizza, montados na hora. Assim como a unidade do bairro Atuba, a loja do Portão traz um restaurante grill anexo, com cardápio equilibrado, preço acessível e funcionamento diário das 11h30 às 15h.

A loja também vai atender pelo WhatsApp (46 9 8821-0880) com entrega na casa do consumidor. O horário de funcionamento é de segunda-feira a sábado, das 8h às 22h, e aos domingos e feriados, das 8h às 20h.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?