Os responsáveis pelo Parque Aquático Chimanski, localizado na rua Rua Miguel Chimanski, 850, em Fazenda Rio Grande, na região Metropolitana de Curitiba, estão distribuindo água para os moradores do município. Basta chegar no local, abrir a torneira e encher a quantidade desejada.

Não existe limite para colocar no recipiente e a ação vai seguir até a próxima semana. O município sofre com a pior estiagem nos últimos 23 anos e para piorar, uma tentativa de roubo de combustível rompeu um oleoduto em São José dos Pinhais, provocando a seca de cinco dias em muitas residências.

+ Leia mais: Temperatura vai despencar 12 graus em Curitiba só neste sábado

A ideia de liberar a entrada de pessoas no parque aquático para pegar água surgiu da necessidade de ajudar a comunidade que tanto auxilia na manutenção do parque. Grande parte dos colaboradores, trabalham no local que funciona deste 1975, com uma área total de 400 mil metros quadrados. Com poços artesianos com profundidade de 10 mil litros, o que não falta é água.

Mário Gabriel Chimanski, de 25 anos, percebeu que a comunidade está sofrendo e que esta ajuda pode diminuir os problemas de várias famílias. “Ficamos sabendo da dificuldade de muitos conhecidos e decidimos abrir a nossa propriedade. Já fizemos uma doação de 1000 litros para os vizinhos do Jardim Veneza e agora vamos ajudar quem chegar por aqui. Só peço para trazer garrafas ou outras embalagens para encher, vir de máscara e manter o distanciamento entre as pessoas”, ressaltou Mário Gabriel à Tribuna.

+ Caçadores de Notícias: Lenda da Loira Fantasma completa 45 anos e ganha história em quadrinhos

Além de colaborar com a água para muitas famílias, os responsáveis pelo parque estarão auxiliando no combate com o coronavírus. Ao lavar as mãos, muitas pessoas estarão ajudando a evitar a propagação da covid-19. “Claro que isto é importante demais neste momento de pandemia. Importante ressaltar que não tem política envolvida. Só queremos ajudar em algo que deveria estar nas torneiras das pessoas que pagam por isto”, disse um dos proprietários do parque aquático Chimanski.

Foto: Arquivo Pessoal

Captação emergencial

De acordo com a Sanepar, empresa responsável pelo abastecimento no Paraná, não existe um prazo para que a situação deve se normalize na região. Em nota, a companhia informou que foi distribuída água diretamente para a população com caminhões-pipa em 10 pontos dos bairros afetados na última quarta-feira (20). Já na quinta-feira (21), a distribuição aumentou para 15 pontos.

+ Leia mais: Alcione, Simone & Simaria e Maiara & Maraisa são destaque nas lives do fim de semana

Além disso, na sexta-feira (22), a Sanepar colocou em funcionamento uma bomba maior nas cavas para aumentar a captação para 60 litros/segundo. Com essas ações, a companhia espera melhorar o fornecimento das regiões afetadas com a falta d’água. 

Para evitar uma piora na situação, a Sanepar informou que suspendeu o rodízio previsto para começar na próxima quinta-feira (28) nos bairros Eucaliptos, Hortência, Iguaçu, parte das Nações, Santarém, parte do Santa Terezinha, Dos Estados, Jd. São Lourenço, Jd Brilhante, Jd Kokubo, Ipê.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?