Um assaltante foi surpreendido pela sua própria vítima na tarde desta quarta-feira na Rua Francisco Rocha, bairro Batel, em Curitiba. Após dar voz de assalto contra um motorista de uma BMW, que estava parado no trânsito, e levar dele e do passageiros relógios e outras jóias de ouro, um motoqueiro – que usava equipamentos de empresas de entrega de comida (delivery) – acabou sendo atingido pelo homem que acabara de assaltar. Não bastasse a queda da moto, o assaltante ainda apanhou das vítimas.

Conforme uma das pessoas que acabou envolvida na ocorrência, mas pediu para não ser identificada, assim que o ladrão assaltou, o motorista de outro carro percebeu o crime e buzinou. O ladrão se assustou e foi embora com as jóias que já tinha conseguido tomar das vítimas. Mas a vítima perseguiu o ladrão com sua BMW e bateu na traseira da moto. Com isto, o ladrão derrubou no chão a arma que usou no crime. Um dos comparsas dele, que vinha atrás de moto, juntou a arma e fugiu sentido Praça do Japão.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O dono da BMW continuou seguindo a moto, até que duas ou três quadras adiante, novamente conseguiu atingir a traseira da moto, que foi raspando no chão, já caída, até acertar a traseira de um Logan prata, que estava parado na fila do semáforo da Rua Francisco Rocha com a Avenida Batel.

O motociclista ficou caído no asfalto e sua moto foi parar prensada entre três carros, o Logan, além de um Ônix e um Fox, ambos pretos, que estavam estacionados no canto esquerdo da via. A moto ficou bastante danificada, com a traseira bem destruída.

Muita porrada

Enquanto o motociclista ainda estava caído no chão, o motorista da BMW desceu e encheu o ladrão de socos, até resgatar os relógios e demais jóias que lhe foram levadas. Pouco depois, chegou o Siate e levou o assaltante para o Hospital do Trabalhador, provavelmente com a perna quebrada e mais alguns arranhões decorrentes do acidente.

O motorista da BMW ficou no local aguardando a polícia.