O caminho é o canal oficial: www.fazenda.pr.gov.br. É reforçando este site que Claudia Silvano, diretora-geral do Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PR), alerta para que os paranaenses não caiam no golpe do boleto falso do IPVA 2020. Muitas pessoas, ao invés de procurar o boleto no site do governo, acabam acessando links que chegam pelas redes sociais ou até mesmo que aparecem em buscadores, abrindo caminho para sites não confiáveis. Lembrando que neste ano o boleto não será enviado mais para a casa dos paranaenses proprietários de veículos.

+Viu essa? Pagou o DPVAT antes da decisão do STF mudar o valor? Saiba como ressarcir valores

“Nossa ideia é informar o cidadão. Essa lógica de golpe de internet está em todo o mercado. Isso tem acontecido muito, principalmente com consumidores que querem fazer a quitação de financiamento. Vemos casos de prejuízo de R$ 8 mil, R$ 5 mil, três mil. É de chorar junto”, lamentou Claudia Silvano. Você sabe quanto vai custar o IPVA do seu carro? Veja aqui!

+Consumidor! Veja mais dicas na coluna da Claudia Silvano na Tribuna!

As facilidades da modernidade trazem alguns perigos. “Por isso estamos alertando. Como houve essa alteração as pessoas têm o hábito de buscar na internet e isso tem que ser evitado nesse momento”, diz. Claudia conta que as pessoas acabam entrando no primeiro site que aparece na busca e isso é perigoso. Estes sites aparecem, por exemplo, quando o usuário digita termos que levam ao boleto do IPVA 2020, que deve ser pago até o final de janeiro nos bancos credenciados (Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Rendimento, Santander ou Sicredi).

App do Detran ajuda!

Outra dica dada por Claudia Silvano, além de acessar o site oficial para ter acesso ao boleto, é o aplicativo Detran Fácil. “Nele, o usuário tem várias informações sobre o veículo, como extrato de débitos, multas, vários serviços para consultar sobre o carro”, recomenda a diretora do Procon-PR.