A prefeitura de Curitiba definiu a data efetiva para o início do EstaR Eletrônico: 16 de março. Nesta terça-feira (11), a Superintendência de Trânsito (Setran) começou a instalar nas ruas 3,5 mil placas que vão sinalizar o novo sistema de estacionamento regulamentado, feito a partir de aplicativo de celular e não mais por cartões do EstaR. A previsão é de que as placas indicando o serviço sejam instaladas até 11 de maio.

De acordo com a Urbs, empresa municipal que gerencia o transporte em Curitiba, o EstaR Eletônico vai começar com um período de adaptação. De 16 de março até 10 de maio o sistema antigo será aceito junto com o sistema digital. A partir de 11 de maio os cartões de papel não serão mais aceitos. Entretanto, os motoristas poderão trocar os cartões por créditos do EstaR Eletrônico até 10 de junho. A troca pode ser feita na sede da Urbs na rodoviária de Curitiba e nas Ruas da Cidadania.

LEIA MAIS – República Argentina, Mal. Deodoro, Rápida do Portão: veja 61 ruas que terão asfalto novo

Até a próxima segunda-feira (17), a plataforma do EstaR Eletrônico estará em funcionamento. Os agentes da Setran serão treinados na segunda e terça-feira (16) para utilizar o equipamento de fiscalização digital.

Como usar

O motorista terá de comprar créditos pelo aplicativo de celular ou em pontos de venda físicos ainda a serem definidos. Ele deve no momento da compra indicar o local onde vai estacionar, a placa do veículo e o tempo de permanência.

Os créditos serão fracionados de 15 em 15 minutos. Atualmente, só é possível comprar o cartão para uma ou duas horas de estacionamento. A fração de 15 minutos do estacionamento vai custar R$ 0,75 e a hora cheia R$ 3. Caso tenha que mudar o carro de área, uma nova compra terá de ser feita.

O aplicativo vai avisar quando o prazo de estacionamento estiver acabando, dando a opção de renovação para mais um período, caso não exceda o limite máximo de duas horas.

“Ultrapassando o limite de tempo ou em caso de prática do estacionamento sem a devida regularização, a pessoa será multada seguindo as previsões legais do Código de Trânsito Brasileiro (CTB)”, apontou o presidente da Urbs, empresa municipal que gerencia o transporte em Curitiba, Algeny Pedro Maia Neto. Os veículos serão fiscalizados pela placa. Estacionamento irregular é infração de natureza grave, com multa de R$ 195,23 e mais cinco pontos na carteira de motorista

Créditos

Três aplicativos estão homologados para vender créditos: Zul Digital (On Tecnologia de Mobilidade Urbana S.A.), Faz Digital Curitiba (Inova Soluções em Tecnologia e Gestão Ltda.) e Transitabile (Transitabile Sistema de Controle de Vagas Automotivas Ltda.).

Assim como com o bloco de cartões, o usuário vai poder comprar créditos pelos aplicativos e armazená-los. Dependendo do volume de créditos adquiridos, o usuário poderá ter desconto na compra de mais crédito, conforme a política de desconto de cada app.