Moradores do bairro Jardim das Américas, em Curitiba, estão perplexos com o valor cobrado da taxa de água nos últimos meses. Em alguns casos, ocorreu aumento de 250% de um mês para o outro.

A reclamação da tarifa ainda é maior quando se tem a falta de água nas torneiras por alguns dias devido ao rodízio por causa da estiagem. A capital e outras cidades do Paraná passam por uma severa seca com a ausência de chuva.

LEIA MAIS – Falta de água, saúde, queimadas: o impacto da forte estiagem em Curitiba e região

A queixa dos moradores do Jardim das Américas está sendo feita pelas redes sociais. Na pagina do Facebook do bairro, perto de 180 pessoas relatam que ficaram assustadas com o valor que está sendo cobrado para o mês de maio.

A contadora aposentada Viviane dos Santos, de 57 anos, é a autora da postagem reclamando da Sanepar. A conta dela saltou de R$ 111 para R$ 198, aumento de quase 78%. “Fiquei assustada. Estranhei e coloquei no grupo do Facebook até para alertar. Vi em algumas respostas que tem gente que paga e nem pensa no serviço. Importante frisar que não tem vazamento aqui em casa e mesmo com o distanciamento social com o coronavírus, nossa rotina não mudou. Não lavamos carro e nem a rua”, ressalta Viviane.   

A gerente financeira Carolina Zanella, 37 anos, foi quem mais sentiu o aumento. A conta dela explodiu 250%, indo de R$ 84,78 para R$ 297,15. Com o marido desempregado e um filho pequeno, ela está levou um verdadeiro susto com a conta e abriu reclamação na Sanepar.

LEIA MAIS – Não desperdice água! Com estiagem, pode faltar durante a pandemia

“E um sentimento de impotência e desespero. Fico revoltada, pois fico direto sem água e pago este absurdo. Já tirei a conta do débito automático justamente para esperar uma definição da Sanepar”, desabafa Carolina.

E aí Sanepar?

A Sanepar explicou a situação destes usuárias. No caso da Viviane dos Santos, houve erro na leitura e a empresa está fazendo análise da conta. A Sanepar promete retificar e enviar por e-mail a fatura.

Já no caso da Carolina, a Sanepar relata que houve ausência de leitura na última semana de março devido a pandemia da covid-19, mas a leitura já voltou a ser presencial. A valor da conta emitida foi feita pela média dos últimos 5 meses, mas a empresa está fazendo o recálculo e enviará a nova conta por e-mail.

A Sanepar orienta que todos que tenham dúvidas ou reclamações procurarem a empresa. Os clientes da capital podem solicitar a análise da conta pelo e-mail curitibarmc@sanepar.com.br e enviar fotografia do hidrômetro mostrando os números e o dia da foto. A Sanepar confere e, se for o caso de correção, enviará nova conta ao usuário. Outro canal de informação que é possível solicitar análise e conta é pelo telefone 0800-200-0115.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?