Três homens armados e encapuzados feriram, com vários tiros, Rogério Marafigo da Rocha, 32 anos. O crime aconteceu em frente a um bar, na Rua Dom Pedro II, bairro Florestal, em Quatro Barras, por volta das 23h de domingo. Ele foi socorrido por amigos e foi levado de carro ao Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, mas morreu em seguida.

Segundo o soldado Ramalho e o cabo Floriano, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, Rogério conversava com algumas pessoas do lado de fora do bar, que estava com as portas fechadas, aguardando amigos pagarem a conta.

“As testemunhas disseram que os três matadores chegaram a pé, sem falar nada, efetuaram os disparos e fugiram. Provavelmente um carro dava cobertura para eles”, supôs Ramalho.

Socorro

O rapaz foi colocado no carro de um amigo e levado ao hospital, mas já era tarde. “Conversamos com os atendentes do hospital que nos informaram que ele foi ferido com sete tiros nas costas. Cinco saíram pela frente”, contou o policial.

O rapaz não tinha passagens pela polícia e segundo testemunhas, não tinha inimigos e nem envolvimento com as drogas. A delegacia de Quatro Barras deve investigar o caso.