Os casos isolados de reinfecção por coronavírus (covid-19) que foram registrados em diversos países pelo mundo, também são investigados em Curitiba. Isso ocorre quando um paciente fica curado da doença mas começa a apresentar sintomas novamente, depois de um certo período.

Na sexta-feira (16), a Secretaria Municipal de Saúde confirmou que investiga casos de pacientes curitibanos que voltaram a apresentar os sintomas da covid-19, mesmos após terem sido curados. A informação foi transmitida durante a live sobre os casos que a prefeitura realiza diariamente pela internet.

+ Leia mais: Rivais acusam Greca de fugir dos debates e marcam encontro na casa do prefeito

Após mencionar o número de 44 mil pessoas residentes em Curitiba que estão recuperadas da doença, a médica infectologista da prefeitura, Marion Burger, disse que algumas voltaram a apresentar sintomas. A médica disse que ainda não há comprovação científica de quanto tempo dura a imunidade do coronavírus e pediu que todos as pessoas mantenham os cuidados sanitários, mesmo as que já tiveram a doença.

“É importante que todos mantenham os cuidados. Investigamos alguns pacientes apresentaram sintomas novamente. Não sabemos se é uma reinfecção ou se há uma outra cepa do vírus circulando entre nós. É importante que todos, tanto aqueles que já tiveram a infecção, quanto os que ainda não foram infectados, continuem com todos os cuidados”, disse a Marion Burger.

+ Rifas do bem: Que tal concorrer a um Passat 83 e ainda ajudar crianças especiais?

O alerta sobre a chance de reinfecção vem sendo monitorado desde o início do segundo semestre, quando Hong Kong, na China, divulgou o primeiro caso de reinfecção da doença.

Números

Na mesma live de sexta-feira, Curitiba confirmou mais quatro novas mortes por covid-19. O boletim de saúde também mostrou que o vírus Sars-Cov-2 infectou outros 274 moradores da capital. Com os novos registros, a cidade contabiliza 48.486 casos confirmados e 1.401 óbitos de pessoas que moram na cidade e que testaram positivo para infecção por novo coronavírus, desde o mês de março. Mas 44.110 pacientes, que representam cerca de 90,97% dos contaminados, já estão recuperados.