Um grupo de 1.500 alunos municipais, de 6 a 12 anos que participam das atividades oferecidas nos Espaços de Contraturno Socioambiental (ECOS) vão participar na terça-feira (28) do desfile "Samba pela Vida", vestindo fantasias e máscaras produzidas por elas nas últimas semanas, inspiradas no tema da biodiversidade.

A concentração das crianças será em frente à Praça Osvaldo Cruz e a saída do desfile será às 11 horas, percorrendo a rua Lamenha Lins e as avenidas Silva Jardim, Floriano Peixoto e Sete de setembro. O encerramento será na praça Eufrásio Correa, em frente ao Estação Convention Center.

As fantasias, produzidas com papel reciclado, foram feitas durante as oficinas de contraturno escolar, que, neste mês, trabalharam a questão da biodiversidade em função das conferências da ONU que movimentam Curitiba neste mês de março. "A mobilização das crianças reforçará o trabalho desenvolvido no programa ECOS que concilia atividades pedagógicas às questões do meio ambiente", explica a gerente de Educação Integral da Secretaria Municipal da Educação, Cláudia Almiro.

Mais de 3 mil crianças são atendidas nas 33 unidades do ECOS. O programa da Prefeitura de Curitiba acontece em parceria com a Universidade Livre do Meio Ambiente (Unilivre). Além de acompanhamento nos estudos, as crianças recebem duas refeições diárias, participam de oficinas de movimento, consciência ambiental, montagem de brinquedos e criação.

O desfile, segundo a coordenadora do programa ECOS, Fabiane Kandrik, é uma oportunidade de dar voz aos direitos das crianças. "Eles reivindicarão o direito das futuras gerações terem florestas e oceanos preservados", disse Fabiane. O evento foi organizado em parceria com Unilivre e a organização não-governamental, Greenpeace.