A Copel está programando investir mais de R$ 1,3 bilhão durante os próximos quatro anos para recuperar, melhorar e expandir o sistema elétrico paranaense.

Praticamente 90% dos recursos (R$ 1,16 bilhão) vão ser direcionados para as áreas de distribuição e de transmissão de eletricidade ? justamente as que refletem diretamente na percepção de qualidade do serviço junto ao público, e onde muito pouco foi investido nos últimos anos.

O dinheiro que a Copel programa investir virá basicamente das tarifas de energia pagas pelo consumidor, uma vez que o acesso de empresas estatais às linhas de financiamento mantidas por organismos internacionais de fomento como o Banco Mundial e o BID está interrompido.