A Câmara dos Deputados aprovou na noite de ontem a prorrogação por dois anos (2004 e 2005) da alíquota de 27,5% do Imposto de Renda Pessoa Fisica. A aprovação foi pelo processo simbólico de votação. Durante toda a sessão, que durou quase cinco horas, a oposição usou todos os dispositivos regimentais para obstruir a votação do projeto. Diversos requerimentos para adiamento da votação foram apresentados pela oposição e rejeitados pela base governista.

O projeto terá agora que ser aprovado pelo Senado e sancionado antes de 31 de dezembro para vigorar em 2004.