Entre 0h30 e 2 horas da madrugada de hoje, o paulistano não conseguiu ser atendido pelos operadores do 190 da Polícia Militar. Quem ligou neste período para o telefone de emergência esperou sem sucesso pelo atendimento, tendo de desistir. Segundo a Central de Operações da Polícia Militar (Copom), a causa foi uma mistura do “excesso de ligações e problemas no sistema que gerencia o serviço de telefonia”. O problema no sistema foi resolvido por volta das 2 horas. Segundo a PM, o número de ligações para o 190 triplicou em razão do calor e do feriado.