A partir de março os funcionários da Secretaria de Educação do Estado do Rio receberão auxílio-alimentação de R$ 160 mensais, conforme notícia dada hoje (15) pelo secretário de Educação, Wilson Risolia. Ele disse também que o reajuste salarial dos 91 mil empregados começará a ser pago no segundo semestre, mas não disse o percentual do aumento.

O secretário admitiu a necessidade de contratação de pelo menos 800 professores e que o problema é maior na área de ciências exatas. A falta de professores na rede estadual de ensino deverá ser minimizada com o próximo concurso, organizado para o preenchimento de 362 vagas.

Wilson Risolia anunciou também a abertura de seis escolas neste ano. Com oferta de seis mil vagas, as escolas atenderão alunos dos bairros da Gamboa, de Senador Camará e do Andaraí, além estudantes dos municípios de Duque de Caxias, Conceição de Macabu e Belford Roxo.