O ex-ministro de Ciência e Tecnologia no governo Fernando Henrique Cardoso, Ronaldo Sardenberg, foi nomeado hoje presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por um período de um ano. Ele assume o comando da agência no lugar de Plínio de Aguiar Júnior, cujo mandato terminará no dia 30 de junho. O decreto de nomeação, publicado no Diário Oficial da União, informa que o mandato de Sardemberg é a partir de 1º de julho.

A preocupação do governo era evitar que Sardenberg fosse nomeado para a Anatel, antes de terminar o mandato de Plínio, o que poderia causar um constrangimento ao conselheiro, que continua integrando o Conselho Diretor da Anatel. O Diário Oficial publicou também a nomeação de Sardenberg como conselheiro da agência para um mandato de cinco anos. Mas na prática o mandato será de quatro anos e quatro meses, porque ele assume a vaga do ex-conselheiro Luiz Alberto da Silva, cujo mandato terminou em novembro do ano passado.

Com a nomeação de Sardenberg a agência agora tem o seu quadro de conselheiros completo, depois de ter ficado por mais de um ano e meio com o quórum reduzido.