Quinze pessoas já foram detidas na operação que seis delegacias especializadas, com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil, realizam na favela do Jacarezinho, zona norte do Rio. Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes contra Propriedade Imaterial (anti-pirataria) estouraram dois depósitos de falsificação de cerveja. Os suspeitos compravam cervejas de marcas mais baratas e trocavam os rótulos e as chapinhas para marcas de cervejas conhecidas. Cerca de 600 engradados, muitos deles já falsificados, foram encontrados.

Mais cedo, a Polícia Civil já havia divulgado que a operação, iniciada na madrugada de hoje, quando policiais entraram na favela do Jacarezinho para reprimir tráfico de drogas, roubo e furto de automóveis, resultou também na morte de nove suspeitos nas favelas do Jacarezinho e da Mangueira. Seis suspeitos foram mortos em trocas de tiro no Jacarezinho e os outros três, em confrontos com policiais na Mangueira. Por volta das 10h30, cerca de 200 agentes ocupavam a favela do Jacarezinho.