Rio  – A equipe brasileira de natação segue se superando no Evento Teste dos Jogos Olímpicos, em Atenas. Ontem, penúltimo dia de provas, Mariana Brochado, Jáder Souza e o revezamento 4x200m livre feminino ganharam prata e Monique Ferreira e Rodrigo Castro, o bronze. Com essas, o Brasil já soma 14 medalhas na competição (4 ouro, 7 prata, 3 bronze).

Com a concorrência de atletas do time olímpico da Grã Bretanha, Polônia, Grécia e África do Sul, a competição no parque aquático dos jogos mostra todos os participantes ainda em fase dura de treinamento, mas já demonstrando potencial para brigar por muitas finais em agosto.

“As equipes estão todas espalhadas pelo mundo, treinando em altitude, competindo em vários torneios diferentes para em agosto se confrontarem. Nós estamos trabalhando para que o Brasil tenha o maior número de finalistas olímpicos da história da natação brasileira. Estamos no meio do caminho”, disse o supervisor técnico de natação da CBDA, Ricardo de Moura.

Jáder Souza entrou na final dos 100m livre após a saída de Gustavo Borges, que voltou ao Brasil para participar da cerimônia da tocha olímpica. Ele saltou do 9.º lugar nas eliminatórias para a medalha de prata, com 50s60.

Atrás dele ficou Rodrigo Castro, com 50s76. Na virada dos 25 metros, Jáder liderava a prova (23s90), seguido do sul-africano Darian Towsend (24s24) e de Carlos Jayme (24s27). O vencedor dos 100m foi o inglês Simon Burnett, que virou em quarto mas conseguiu chegar em 50s29.

Mariana Brochado e Monique Ferreira subiram juntas ao pódio dos 400m livre (4m15s85 e 4m16s11). Mariana, cuja especialidade são os 200m livre, procurou seguir o ritmo da inglesa Joanne Jackson, líder desde a largada, e ficou com a prata.