Brasília – O antigo Correio Aéreo Nacional (CAN), desativado no início da década de 90, vai voltar a voar por determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O retorno do CAN está previsto para ocorrer no mês que vem, com a inauguração de uma linha para o Vale do Juruá, no extremo Oeste do Acre. O objetivo é atender às populações mais carentes e isoladas do País.

A volta do CAN é uma das medidas que o governo quer adotar como forma de demonstrar a sua prioridade à política de desenvolvimento social. Com isso, o governo pretende demonstrar também que a Amazônia é uma real prioridade desta administração. Toda a frota da Força Aérea Brasileira (FAB) estará mobilizada neste trabalho de prestação de serviço às populações mais desassistidas.

Nos aviões do CAN serão transportados médicos, dentistas e todo tipo de servidores do Estado que possam prestar atendimento às populações das regiões mais longínquas do País, assim como representantes do Ibama e da Funai, entre outros. O governo poderá também levar servidores que façam serviços normalmente prestados por cartórios, como o de registro de nascimento.