O plenário da Câmara aprovou o texto básico do projeto que regulamenta os recursos para a área de saúde, determinados pela chamada Emenda 29. O placar registrou 291 votos favoráveis ao projeto, 111 contrários e uma abstenção. Os deputados irão agora votar os destaques apresentados ao projeto.

Ficaram contra a aprovação do projeto os deputados do DEM, do PSDB, do PPS e do PSOL. Em uma votação anterior, estes partidos tentaram votar, em primeiro lugar, a proposta que havia sido aprovada em comissão na Câmara que vinculava os recursos adicionais para a saúde à receita bruta da União. Foram derrotados pelos governistas.