enkontra.com
Fechar busca

Brasil

Polêmica

Bolsonaro chama manifestantes contra cortes na educação de ‘idiotas úteis’

  • Por Estadão Conteúdo
Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro chamou de “idiotas úteis” e “massa de manobra” manifestantes que organizam nesta quarta-feira (15), uma série de protestos contra os cortes do governo na educação básica e no ensino superior. O presidente classificou os protestos como algo “natural” e disse que “a maioria ali (na manifestação) é militante”.

“Se você perguntar a fórmula da água, não sabe, não sabe nada. São uns idiotas úteis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo das universidades federais”, disse Bolsonaro ao chegar em Dallas, nos Estados Unidos. Ele foi recebido por apoiadores ao chegar no hotel onde se hospedará hoje na cidade americana.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Em capitais como São Paulo, Belo Horizonte e Salvador, os atos contra os bloqueios do Ministério da Educação (MEC) começaram pela manhã, embora a maior parte esteja marcada para o período da tarde. Além das manifestações, algumas universidades e escolas cancelaram as aulas.

O presidente disse ainda que não gostaria que houvesse cortes na educação e disse que não teve saída. “Na verdade não existe corte, o que houve é um problema que a gente pegou o Brasil destruído economicamente, com baixa nas arrecadações, afetando a previsão de quem fez o orçamento e se não tiver esse contingenciamento eu simplesmente entro contra a lei de responsabilidade fiscal”, afirmou o presidente. “Mas eu gostaria que nada fosse contingenciado, em especial na educação”, disse Bolsonaro.

+Leia também: Deputados aprovam proposta que acaba com aposentadoria de ex-governadores

Ao menos 75 universidades e institutos federais do País convocaram protestos em resposta ao bloqueio de 30% dos orçamentos determinado pelo Ministério da Educação (MEC).

O presidente falou que a educação no Brasil “está deixando muito a desejar”. “A garotada, com 15 anos de idade, na oitava série, 70% não sabe uma regra de três simples. Qual o futuro dessas pessoas?”, disse o presidente, culpando o governo do PT por não ter dado “qualificação” a parte dos desempregados do País.

Bolsonaro visita Dallas em uma agenda improvisada e organizada às pressas pelo governo, depois de o presidente desistir de ir à cidade de Nova York. Ele participaria do prêmio de “personalidade do ano” concedido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos na noite desta terça, mas a homenagem foi alvo de boicotes e críticas do próprio prefeito da cidade, Bill de Blasio.

Michel Temer deixa a prisão após STJ aceitar pedido de habeas corpus

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

25 Comentários em "Bolsonaro chama manifestantes contra cortes na educação de ‘idiotas úteis’"


Leonizia Aparecida Bastos
Leonizia Aparecida Bastos
2 meses 1 dia atrás

Muita falta de respeito com os estudantes, chamar de idiotas, que tipo de presidente esse homem é, realmente ele quer acabar com o povo pobre, e cultivar somente os ricos.

Evelyn Mello
Evelyn Mello
2 meses 1 dia atrás

E esses chocolates ministro? – comprei prá representar os gastos na educação, esses 100 representam o total de verbas e vou tirar 30% que dá 3,5 chocolates (sic). Esses que tirei vou devolver em setembro. Presidente, o senhor acaba de comer a verba!

Mirtão Lopes
Mirtão Lopes
2 meses 1 dia atrás

Mitou.

Guershon Naftaly
Guershon Naftaly
2 meses 1 dia atrás

bozo-babaca

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
2 meses 1 dia atrás

Terroristas do MST transformados em ”universitários”

O Presidente tem toda razão!!!!!!!!!!!

Rafael Nascimento
Rafael Nascimento
2 meses 1 dia atrás

Qnto MST…. Lamentável um presidente ter um comportamento desse. Confirma ainda mais o grande erro que o povo cometeu em eleger a pior opção.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas