Belo Horizonte – O ex-vice-presidente e ex-governador de Minas Gerais, Aureliano Chaves, de 74 anos, foi submetido, no sábado, no Hospital Socor, na região central da capital mineira, a uma cirurgia de “fêmuro-tibial anterior”, no membro inferior esquerdo para tratamento do chamado “pé diabético”. De acordo com o boletim médico divulgado ontem, Aureliano está internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital. Ele respira através de aparelhos e necessita de medicação para manter a pressão arterial estabilizada.

O cardiologista Castinaldo Bastos, que fez parte da equipe que operou Aureliano, disse que, apesar da gravidade, o paciente apresenta “quadro controlado”. De acordo com o médico, o fato de o ex-vice-presidente ser diabético e ter sofrido infecção pulmonar agrava os riscos pós-operatórios. “Tudo isso somado aumenta a possibilidade de complicações”, avaliou.

Bastos informou que Arreliando foi internado há cerca de 10 dias.