São Paulo – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou ontem não poderia ter nome melhor” que o do ex-senador José Serra (PSDB-SP) para presidente nacional do partido. “O partido foi muito feliz na escolha do José Serra como presidente nacional. Seria um desperdício alguém da qualidade e capacidade dele ficar afastado da vida pública. Como ele não tem mandato, a presidência do partido é importante para que ele possa ter uma participação mais efetiva da vida pública brasileira. Para nós, tucanos, não poderia ter nome melhor”, avaliou. O ex-senador do PSDB de São Paulo deverá assumir o comando da legenda durante a convenção da sigla, hoje, em Brasília. Segundo Alckmin, nas mãos de Serra, a agremiação continuará fazendo o papel de oposição construtiva. “É da democracia: quem ganha governa e quem perde fiscaliza”, afirmou.