Está nas concessionárias Volkswagen, a sétima geração do Passat Variant 2012, que foi apresentada ao público no último Salão do Automóvel de São Paulo, com novo “design” e uma mecânica mais apurada.

Por fora, ela impressionou pela imponência de suas novas formas, principalmente da nova frente, mais elegante e com uma personalidade marcante. Suas linhas sem cantos vivos têm uma linha um pouco acima das maçanetas que marca sua cintura, dando a impressão que a perua é mais baixa. Bem atraente.

Destacam-se entre os novos itens do Passat Variant, os faróis de neblina que se acendem sozinhos no lado da curva e o sensor de fadiga do motorista.

Outra novidade é o recurso de abertura e fechamento elétrico do porta-malas: basta apertar um botão.

Aliás, o modelo traz a esportividade do sedã com capacidade para levar 28 litros a mais de bagagem.

Segurança sempre foi uma das preocupações imediatas da Volkswagen, por isso, o VW Passat Variant foi equipado com diversos equipamentos que mantém seguros você e sua família.

ABS – Sistema anti-bloqueio das rodas, “airbags” frontais com duplo estágio de abertura, “airbags” laterais nos bancos dianteiros, “airbags” laterais tipo cortina, controle de desgaste da pastilha do freio, direção eletromecânica Servotronic, EBD – Distribuição eletrônica de frenagem e EDS – Bloqueio eletrônico do diferencial são apenas alguns dos itens oferecidos no Passat Variant 2012.

Conforto e praticidade também estão presentes no Passat Variant. Itens que garantem isto são: porta-óculos no teto, rádio CD player RCD510 Touchscreen MP3, tomada multimídia para fonte de áudio externo, retrovisor interno com anti-ofuscante, retrovisores externos com pisca (LEDs) incorporado, retrovisores externos elétricos com anti-embaçante, saída traseira para ar-condicionado no console central e sensor de chuva.

O Passat Variant 2012 tem bom desempenho na estrada e na cidade. Isso se deve à sua motorização planejada pela tecnologia Volkswagen.

Isto graças a seu motor 2.0 turbo, que agora tem 211 cv e que de acordo com a montadora alemã acelera de 0 a 100 km/h em 7,7 segundos (0,1 segundo mais lenta que o Passat). Na prática, isso significa uma dirigibilidade mais suave e respostas sempre prontas do motor.

Na cidade o Passat Variant chega a fazer 9 km/l e, na estrada, a ótima marca de 14,5 km/l. Com injeção direta e superalimentada por um turbo, a Variant se enquadra nas tendências mundiais de motores: pequenos, econômicos e de alta performance.

Resumindo: a perua da Volks ficou mais arisca do que antes. Mas é bom lembrar que cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Sem dúvida, é um carro familiar moderno e seguro que parece não parar de melhorar.