Marcos Ramos que ir ao pódio,
no Rallye da Graciosa.

Os quase 300 km de especiais que formam o Rallye da Graciosa, em Curitiba, neste domingo (26/10), prometem ser dos mais competitivos, nesta que é uma das mais tradicionais provas de rali do País.

Pelo menos quatro equipes têm grandes chances de conquistar o título da primeira temporada da Copa Peugeot. Sendo assim, a penúltima corrida do ano vem sendo aguardada com muita expectativa, já que um bom resultado na capital paranaense pode definir o resultado da competição.

Neste momento, o maior duelo está entre os pilotos Marco Dedini e Bernardo Koller, vencedores das duas etapas anteriores, mas com pilotos muito talentosos seguindo-os de perto, como Reinaldo Varela, Eduardo Cunha, Tino Vianna e Alexandre Carneiro.

A região já é bem conhecida da maioria dos pilotos, que sabem do esforço necessário neste rali. E o longo intervalo desde a última etapa realizada, em Erechim (RS), tem sido muito bem utilizado para a melhor preparação dos Peugeot 206, prometendo novamente um grid de largada competitivo.

Aliás, a competitividade na Copa Peugeot tem sido uma constante desde a primeira prova, em março deste ano, confirmando o acerto da fórmula adotada para a competição – a qual tornou a categoria A6 do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade a mais disputada dos últimos tempos.

Para o piloto curitibano Marcos Ramos (Le Lec/Esso), o ano foi muito produtivo, pois evoluiu como piloto de rali. “Este ano foi totalmente de aprendizado para mim. Sou acostumado a pilotar carros em pista de asfalto e ainda estou me adaptando. Mas já consegui terminar bem a última etapa e quero fazer bonito na corrida em casa. Vou tentar chegar entre os primeiros da Copa Peugeot”, declarou Marcos Ramos.

Classificação

Com cinco etapas realizadas, a classificação da Copa Peugeot de Rallye é a seguinte: 1) Marco Dedini/Carlos Morales, 52 pontos; 2) Bernardo/Rafael Koller, 51; 3) Eduardo Cunha/Henrique Almeida, 48,5; 4) Reinaldo Varela/Bruno Mega, 43; 5) Rafael Túlio/Emerson Cavassin, 41; 6) Tino Viana/Eduardo, 41; 7) Alexandre Carneiro/Edu Paula, 30; 8) Fredy Galiotto/Gil Maia, 22; 9) Roque Veviurka/Celso Goes, 11,5; e em 10) Paulo Nobre/Marco Aurélio, com 10 pontos.