A situação continua caótica nos aeroportos de São Paulo, com longas filas de espera e vários vôos atrasados. O último boletim divulgado pela Infraero, das 8 horas, dava conta que, de 47 vôos programados, 11 estavam atrasados em Congonhas. No site oficial da Infraero, há registro neste momento de que às 9h37, dos 15 vôos com decolagem prevista no aeroporto – o mais movimentado do Brasil -, quatro tinham mais de uma hora de atraso.

No balcão de check-in da Gol, as filas continuam longas, com extensão de até 200 metros. A companhia solicita que os passageiros verifiquem no site da empresa (www.voegol.com.br) se seus vôos estão confirmados antes de comparecerem aos aeroportos. As filas também são longas no aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília e no Tom Jobim, no Rio de Janeiro.

Em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, o aeroporto Afonso Pena está fechado para pousos e decolagens por causa de um forte nevoeiro. A Gol ofereceu a passageiros que embarcariam para Porto Alegre passagens de ônibus.