O Atlético Mineiro confirmou seu favoritismo e venceu neste sábado (4) o Paysandu, por 3 a 0, no fechamento da 34.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado serviu para a equipe mineira igualar seu recorde de vitórias em casa, chegando à 11ª dentro de uma competição nacional. Mais importante, reassumiu a liderança isolada com 61 pontos, um a mais do que o Sport, que perdeu ontem para o Paulista, por 2 a 0, em Jundiaí

O recorde anterior do Galo era de 1977, quando sagrou-se vice-campeão brasileiro ao perder o título para o São Paulo, na cobrança de pênaltis. A vitória também garantiu virtualmente o acesso para a Série A. A derrota, por outro lado, complicou a situação do Paysandu, que continua ameaçado pelo rebaixamento, com 41 pontos. Os gols foram marcados por Rafael Miranda, de cabeça, e Marcinho, de pênalti, ambos no primeiro tempo, e Marcinho, de novo de pênalti, no segundo

Em Natal, na briga direta pelo acesso, América e Coritiba empataram sem gols. Este ponto, no entanto, foi suficiente para recolocar o time potiguar entre os quatro melhores, pois igualou-se ao Paulista com 54 pontos, mas tem vantagem no número de vitórias – 17 a 15. O time paranaense continua em sexto lugar com 52 pontos

Quem voltou a sonhar com o acesso foi o Brasiliense, que na estréia do técnico Roberto Fernandes no lugar de Jair Picerni goleou o Santo André, por 6 a 1, com gols de Josiel, Pedro Paulo Warley (2), Patrick e Coquinho. Para o Santo André, marcou Denni. O Jacaré soma 49 pontos, igual ao time paulista, mas leva vantagem no número de vitórias – 14 a 12 – ficando com a sétima posição

Zona de rebaixamento

Os outros jogos envolviam times ameaçados pelo rebaixamento. A Portuguesa continua na lanterna, agora com 36 pontos, após empatar com o Avaí, por 1 a 1, em Florianópolis. O time da casa saiu na frente com Marquinhos, mas Simão empatou no final do jogo. Com 45 pontos, em 10.º lugar, o Avaí está praticamente fora da briga contra o descenso.

Outro paulista que vai mal é o Guarani, que empatou em casa com o Ituano, por 1 a 1. Assim, continua em 18.º lugar, com 37 pontos, enquanto o Ituano, com 43 pontos, ocupa o 12.º lugar. Odair marcou para o time da casa no primeiro tempo e Reginaldo empatou no início do segundo tempo

O Marília ganhou fôlego ao vencer o CRB, por 2 a 1, chegando aos 46 pontos, na estréia do técnico Roberto Cavalo, no lugar de Arthur Bernardes. O time alagoano continua em perigo, com 38 pontos, em 17.º lugar. O CRB saiu na frente com Marquinhos Mossoró, mas acabou levando a virada com Renê e Wellington Amorim

No Castelão, em Fortaleza, o Ceará acabou surpreendido pelo Vila Nova, por 2 a 1, e continua com 41 pontos, em 15.º lugar, enquanto o time goiano está uma posição abaixo, em 16.º, com 39 pontos. Fernandão e Marcelão marcaram para o Vila, enquanto Arlindo Maracanã diminuiu

Em Belém, no Estádio Baenão, o Remo venceu o Gama por 3 a 1 e atingiu os 42 pontos, em 13º. O time de Brasília, com 44 pontos, está em 11.º. Izaias, Landu e Maicon Gaúcho anotaram para o time paraense, enquanto Fábio Oliveira anotou o gol de honra do visitante

Confira os resultados da 34.ª rodada:

Ontem (sexta-feira)

Náutico 5 x 1 São Raimundo

Paulista 2 x 0 Sport

Hoje (sábado)

América-RN 0 x 0 Coritiba

Atlético-MG 3 x 0 Paysandu

Brasiliense 6 x 1 Santo André

Guarani 1 x 1 Ituano

Ceará 1 x 2 Vila Nova

Remo 3 x 1 Gama

Marília 2 x 1 CRB

Avaí 1 x 1 Portuguesa