Morreu hoje, às 11h40, o presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Miguel Arraes de Alencar, de 88 anos. Ele ficou internado por 58 dias no Hospital Esperança, em tratamento de uma infecção pulmonar. Neste período, o ex-governador de Pernambuco alternou períodos de melhora e piora, mas o que complicou o tratamento foi uma hemorragia detectada no pulmão esquerdo, que paralisou os rins.

O assessor de imprensa do PSB, Evaldo Costa, explicou que a causa do falecimento foi um choque séptico causado por infecção respiratória, agravada por insuficiência renal. Ainda não foi divulgado o horário do velório e sepultamento.

A movimentação no hospital é intensa. O vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira, afirmou que Arraes foi um militante da luta popular e defensor da soberania do país, que sempre manteve a posição de coreência em relação às suas convicções.