Foto: O Estado do Paraná
Olavo Tenório apresenata a exposição
Geometria da Luz no Memorial.

Artista paranaense faz exposição em Curitiba com suas pedras perfeitas, produzidas pela empresa austríaca Swarovski. Trata-se de uma nova concepção nas mãos do artista plástico Olavo Tenório. A delicadeza e a transparência dos cristais foram integradas a materiais rústicos e opacos como madeira, resina, cabaça, aço e cobre.

Na exposição Geometria da luz, serão apresentadas 22 peças inéditas do artista, entre os dias 18 de maio e 13 de junho, no Salão Paranaguá, do Memorial de Curitiba.

Entre as novidades estão peças decorativas, como a luminária “chuva cósmica” (com 1.500 esferas de cristal em fios de aço) e esculturas, como as 12 que retratam os signos do zodíaco chinês.

O artista mantém em segredo uma de suas criações. Revela apenas que a peça terá 27 mil esferas de cristal e aproximadamente 4 metros de altura.

Há três anos o cristal é a matéria-prima principal das obras de Olavo Tenório. Ele é o único artista brasileiro convidado pelo Centro de Estilo Swarovski, em São Paulo, para desenvolver peças para a empresa.

Olavo Tenório, de 36 anos, nascido em Goioerê, é bacharel em Pintura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Freqüentou a Oficina de Litografia do Museu da Gravura Cidade de Curitiba, orientado por Bernadette Panek, e fez gravuras em metal, com Arnaldo Bataglini. Em São Paulo, cursou História Contemporânea da Pintura com Paulo Pasta, e o curso de Instrumentação Básica, com José Resende.