Depois de ser acusado de assédio sexual por uma jornalista e se autoexilar nos Estados Unidos por cerca de um ano, Biel decidiu fazer um desabafo sobre tudo o que aconteceu com ele desde o início de sua carreira, em um vídeo publicado em seu canal no Youtube na última segunda-feira.

“Ninguém nunca me chamou de Biel, eu sempre fui Gah, pra quem sempre importou para mim. Mas, quando Deus mudou meu destino de médico para cantor, eu tive que pensar em um nome artístico e aí que ele surgiu. Aí, então, foi criado um personagem no qual todos os envolvidos no meu trabalho queriam que desse dinheiro. E o que dá dinheiro imediato? Tirar camisa, letras eróticas, fazer quadradinho, letras egocêntricas… Nenhuma dessas letras foram composições minhas, nem o sotaque era meu”, disse.

No vídeo, o cantor ainda se justificou em relação à acusação de assédio sexual, dizendo que era apenas um menino “ganhando toneladas de dinheiro, sem conhecer limites”, mas admitiu que errou com a jornalista. “Errei. Esse erro proporcionou tudo o que vocês sabem… Eu estava sendo comparado a estuprador por ter entrado no personagem que eu tive que entrar, que dava dinheiro”.

Veja o vídeo: