Divulgação
Divulgação

A peça, inspirada no texto de Dorothy Parker, últimas apresentações neste final de semana, no Era Só O Que Faltava.

Termina com sucesso neste final de semana, dias 22 e 23 de dezembro, a temporada curitibana do espetáculo teatral tragicômico ?Manual Prático da Mulher Desesperada?. Desde sua estréia em outubro de 2006 no Era Só O Que Faltava (Av. República Argentina,1.334), até hoje a peça realizou 22 apresentações atingindo a marca de mais de 2000 espectadores. As duas últimas apresentações serão realizadas nesta sexta e no sábado, às 21 horas, e terão preços promocionais a R$6,00.  A peça traz uma mulher solteira enlouquecida numa noite de sábado enquanto espera um telefonema do seu suposto ?amor?.

A montagem dividida em três mini-atos (quarta, salão de beleza e boate) tem texto da autora americana Dorothy Parker (1893-1967) e direção de Ruiz Bellenda. No dia 09 de janeiro, estréia a temporada paulista de ?Manual Prático da Mulher Desesperada? no Centro Cultural de São Paulo, que fica em cartaz até 29 de janeiro.

A jovem atriz curitibana de 19 anos, Adriana Birolli é Alice com todo humor, dramaticidade e sensualidade. Ela vive todos os rituais de beleza para seduzir os homens. Máscara facial, depilação, cremes, e maquiagem são aplicados em cena pela protagonista em seu quarto. Após, ela faz as unhas no salão do seu manicuro gay, onde exibe um monólogo sobre seus romances. Enquanto ela espera com muita ansiedade o telefonema, no decorrer da peça, é reproduzido num telão um vídeo que revela seu passado e pensamentos.

O medo da solidão, a culpa por se envolver com homens errados culminam numa angústia que a leva a tomar uma atitude drástica: sair sozinha pela noite em busca de companhia. Desesperada. Termina a noite ao lado de alguém que não conhece e que dança terrivelmente mal e volta para a casa. 

Tanto Adriana quanto o ator Cadu Scheffer que interpreta Celinho, o manicuro gay, e Evertonn, com quem sua personagem (Alice) dança na boate, arrancam aplausos e gargalhadas da platéia a cada apresentação. O espetáculo garantia de casa cheia, e que vem divertindo o público curitibano mostra que para ser feliz não precisa focar sua vida na constante procura de uma companhia. Mostra, que muitas vezes, é melhor estar só do que mal acompanhada (o).

Serviço:
MANUAL PRÁTICO DA MULHER DESESPERADA
Local: Era Só o Que Faltava (Av. República Argentina, 1.334)
Últimos Dias: Sexta-feira e Sábado (22 e 23.12)
Horário: 21 horas
Ingressos: R$ 6,00.
Ponto de Venda: no local
Informações para o público: (41) 3342-0826