O Carnaval passou, mas no que depender da coreógrafa baiana Luana Luwoska, o povo curitibano vai começar a mexer os quadris a partir de agora. Logo que chegou em Curitiba, terça-feira passada, Luwoska entrou em contato com as academias da cidade para mostrar seu trabalho e ensinar, a instrutores e alunos, os segredos da dança baiana. Bem humorada, afirmou que até o mais tradicional dos curitibanos irá cair no swing da Bahia. Formada em balé clássico e dança contemporânea, abandonou esses estilos de dança para trabalhar com o Axé, em 1985. ?Antes eu dançava para me exibir, depois a coisa ficou séria?, lembra. Foi assim que ganhou a vida e fez seu nome por toda Salvador. Sua dança se propagou pelas academias e em pouco tempo tomava conta da fina flor dos grupos musicais baianos. ?Meu estilo não tem nada a ver com a ?dança da garrafa? e essas danças que se vulgarizaram por aí. Trabalho com o verdadeiro swing baiano?, adianta a coreógrafa soteropolitana. Seu estilo ganhou toda Bahia por meio de grupos musicais de renome como Daniela Mercury, Ivete Sangalo, Timbalada e Terrasamba, que repassavam para o povo toda sua arte.        Não se dando por satisfeita, em 1996 decidiu viajar pelo Brasil. Levou suas coreografias para cada canto do País. Passados quase dez anos, já esteve em todos os estados brasileiros. O trabalho que Luwoska desenvolve nas cidades leva pelo menos vinte dias. Às vezes fica meses, depende do tempo que leva para atingir bons resultados. As modalidades de dança que serão ensinadas em Curitiba são: lambaeróbica, swing baiano, step-dance-bahia, dance-afrobaiana e seu último estilo lançado a dois meses em Goiania, o swing-hidro, feito na piscina.

O objetivo da coreógrafa é ensinar desde a teoria – como sua dança nasceu nas ruas, puxando trios-elétricos, – até a parte prática, dançando e ajudando os alunos a emagrecer de uma forma animada e saudável. Em cada aula (com duração de uma hora), o aluno perde entre 500 e 800 calorias. Segundo Luwoska, o repertório musical será bastante variado, principalmente com as músicas que os baianos lançaram no trio-elétrico ?Margareth Menezes?, surpreendendo a todos, inclusive ela. Outra atração na aulas são os CDs que trouxe, principalmente a última música de Ivete Sangalo com o grupo Olodum, ainda não lançado oficialmente. ?A cidade toda vai dançar?, prevê,  animada.