A cantora norte-americana Lady Gaga cancelou o show que faria na Indonésia depois que extremistas islâmicos ameaçaram usar violência durante a apresentação, sob alegação de que as roupas da cantora e suas danças provocativas iriam corromper a juventude. Todos os ingressos para o show já estavam vendidos.

Os fãs da cantora ficaram devastados, apesar do promotor do evento oferecer a devolução total do dinheiro dos ingressos. Alguns acusam a polícia, que recusou a emissão de uma licença para garantir a segurança do evento, de se render à vontade de um pequeno grupo de extremistas.

A empresa promotora do evento, Big Daddy, diz que o cancelamento do show que iria ocorrer em 3 de junho não se deve apenas em função da falta de segurança para Lady Gaga, mas também para todos que iriam assisti-la. As informações são da Associated Press.