O Ministério Público de Niterói (RJ) vai investigar o grupo de funk Bonde das Maravilhas, que alcançou sucesso na internet com a coreografia “quadradinho de oito”. O motivo da investigação é sobre um possível conteúdo pornográfico na dança do hit “Aquecimento das Maravilhas”.

Com exceção de uma integrante, Kathy, que tem 20 anos, as demais são menores de 18 anos. As mães das meninas foram ouvidas pelo MP. O grupo alega que não há apelo sexual na dança e que elas continuarão a fazer a coreografia polêmica.