enkontra.com
Fechar busca

+ Pop

Entrevista!

Falando de amor, mas ‘cutucando’ a ferida, Zeca Baleiro estreia turnê em Curitiba

O músico se apresenta nesta sexta-feira (9) em Curitiba, na Ópera de Arame, e adiantou um pouco do que vai ser o show e o novo projeto, que é diferente do que ele já fez nos mais de 20 anos de carreira. Veja a entrevista!

  • Por Lucas Sarzi

Seguir um rumo diferente do que a maioria dos artistas já está acostumada, de lançar um novo material e só depois uma nova turnê, pode ser visto por muitos como algo desafiador e que, de certa forma, “rema contra a maré”. Mas é justamente isso que Zeca Baleiro resolveu fazer com seu novo projeto, O Amor no Caos, que começa com um show e que só depois vai virar um novo disco. A estreia vai ser nesta sexta-feira (9), em Curitiba, com um show em um dos teatros mais bonitos da capital, a Ópera de Arame.

Foto: Fabiana Lima/Colaboração.

Foto: Fabiana Lima/Colaboração.

Em entrevista à Tribuna do Paraná, Zeca afirmou que essa busca por fazer algo diferente aconteceu naturalmente. “Tenho 21 anos de carreira, já fiz mais de dez discos, é sempre divertido fazer um disco e ir para a estrada, não há nada de errado nisso, mas mexer na regra do jogo é saudável porque você cria novas energias em torno do seu trabalho”, explicou.

Zeca contou que a decisão de inverter a ordem de sua produção aconteceu quando começou a programar o disco em si. “Ainda não tinha um disco pronto, não estava muito certo do que eu queria fazer, então resolvi fazer diferente. Selecionei algumas músicas, que eram certas que estariam nesse disco, e começamos a marcar alguns shows”, explicou.

+Leia também: Estreia filme sobre Chacrinha com Eduardo Sterblitch e Stepan Nercessian

Amor no Caos

Como caracterizou Zeca, amor é uma palavra que pode ter muitas leituras e entendimento, mas que, de qualquer forma, todo mundo sabe o que significa. “É uma linguagem que todos os humanos compartilham e sabem o que é o amor, mesmo que você tenha uma visão diferente disso. Mas quando falamos de ‘amor’, falamos de todas as instâncias desse amor, do respeito, da consideração, da tolerância, da paciência com as diferenças”.

Zeca disse ter pensado neste nome para seu próximo trabalho depois de perceber que tem muita coisa faltando nas pessoas. “Tem sido muito difícil viver num mundo em que estamos vivendo, com tantas diferenças, de forma de pensar, de viver, de agir, a gente tem que ter um pouco de ‘opa, pera aí’, não pode ser só essa coisa de ‘eles contra nós’, como vivemos na política brasileira nesse ano. Precisamos viver de forma amistosa, se não vamos para o saco, que por sinal, invertendo as letras, vira caos”.

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

O que ele tem em mente, é trazer um disco mais leve, mas sem deixar de cutucar a ferida. “Quero algo que as pessoas possam ouvir tranquilamente, mas que dê alguns recados, porque acho que o mundo está num momento de convulsão social e política e não podemos nos furtar disso”, defendeu Zeca, explicando que o disco vai falar de amor, mas desse amor como atitude e não só da forma romântica.

“Um amor que precisamos imprimir na vida, para diminuir as diferenças entre as pessoas, sociais e de várias naturezas. Mas também vamos tocar em feridas sociais, do Brasil. Vai ser um disco que embala, mas que diz o que tem que dizer, porque acho que a canção tem esse poder, de ser algo leve, mas também dizendo coisas contundentes e que instigue as pessoas a pensarem e reverem pontos de vistas diferentes, isso é importante”.

Parcerias e releituras

Para o disco, Zeca Baleiro já gravou parcerias com Frejat e vai trazer também junções inéditas como a troca musical entre ele e Paulinho Moska, Chico César e o uruguaio Dany Lopez. A turnê, além de músicas novas, também traz importantes canções de sua trajetória, mas com novos arranjos. E estrear em Curitiba, algo que surgiu por acaso, é visto com muita alegria por ele. “Coincidiu de ser o primeiro show, mas foi uma coincidência feliz porque tenho lembranças de ótimos shows por aqui, de shows que me marcaram muito e que foram memoráveis”.

Depois de Curitiba, Zeca se apresenta em Porto Alegre, no sábado (10) e depois em São Paulo (dia 23), Rio de Janeiro (dia 30), fazendo esse primeiro momento de turnê em Belo Horizonte, no dia 1 de dezembro. Zeca disse que vai usar os primeiros shows como um grande teste, até mesmo particular. “Depois destes shows, a gente vai sair mais convicto do que vamos querer imprimir nesse disco, a sonoridade, a poesia, e também vamos definir o repertório melhor”.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

Serviço

Zeca Baleiro – O Amor no Caos
Quando: Sexta-feira, 9 de novembro
Onde: Ópera de Arame (Rua João Gava, 970, Curitiba).
Horário: Previsão de início do show às 21h
Quanto: a partir de R$ 100 (meia-entrada), de acordo com o setor. Venda pelo Disk-Ingressos.

Melim, Pitty, Chitãozinho & Xororó e muito mais: confira a programação cultural em Curitiba nesta semana

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas