Destaque do Paparazzo de hoje, a modelo e ex-panicat Babi Rossi, 23 anos, fez revelações surpreendentes durante os ensaios. A que mais chamou atenção foi ela chamar o ex-namorado, Olin Batista, 18 anos (filho do empresário Eike Batista) de moleque e inexperiente no sexo. Ela conta que, nos 10 meses de namoro, o sexo com ele era bom. No entanto, disse que teve que ensinar muitas coisas ao jovem.

“Ele ficava contando vantagem que fez e aconteceu, mas era tudo mentira. Ele não tinha experiência, ainda é moleque. Ensinei muito a ele. Também, pudera, ele só fica com menina de 15 anos. Se bem que tem muita menina de 15 anos hoje em dia que rouba o marido das outras, né?”, disse Babi, ao site Ego, considerando que não foi ruim ser “professora” de Olin.

Além de falar sobre o ex-namorado, Babi fez outra revelação picante. Quando ela engata um namoro com alguém, sempre leva na bolsa uma bolsinha cheia de produtos eróticos para animar as noitadas, que vão de vibradores a creminhos eróticos. Estes últimos, principalmente os que aquecem, são seus preferidos. Mas Babi alerta: não gosta de sexo casual. Prefere estar envolvida com alguém. “Se eu levar os brinquedos nos primeiros encontros assusto o cara”, disse a modelo, que pega os produtos na sex shop de sua mãe, Margareth, que incentiva a filha a experimentar as novidades. Além disto, Babi ainda confessou: adora levar uns tapinhas na hora do sexo. Mas apesar de toda essa liberalidade, a modelo diz que não gosta de fazer sexo em locais exóticos e prefere o conforto do quarto e da cama.

Carreira

Depois de largaro trabalho de panicat e de terminar o namoro com Olin, Babi decidiu focar na carreira de cantora e artista. Consultou um fonoaudiólogo, que disse que, antes de qualquer coisa, ela precisaria operar as cordas vocais. Diante do sonho de ser cantora, a modelo topou a cirurgia sem pestanejar e foi internada na quarta-feira para a operação. No dia seguinte, já recebeu alta e está se recuperando bem.