De tempos em tempos, Hollywood coloca entre seus concorrentes ao Oscar um jovem ator. Entre os vários atores e atrizes mirins, a menina prodígio Shirley Temple, em 1935, aos 6 anos, recebeu uma miniestatueta como homenagem por sua contribuição ao cinema. Mas foi a pequena Tatum O’Neil que, aos 10 anos, ganhou o Oscar de atriz coadjuvante pelo seu desempenho em Lua de Papel, isso em 1973. Em dias mais recentes, Haley Joel Osment, que interpretou o garotinho assustado que via pessoas mortas no filme O Sexto Sentido, também concorreu a coadjuvante.

E ainda Abigail Breslin, indicada como coadjuvante por Pequena Miss Sunshine. E agora surge mais uma jovenzinha na competição do Oscar de atriz, disputando a estatueta com grandes estrelas. Trata-se de Quvenzhané Wallis, de 9 anos, do filme Indomável Sonhadora, que concorre ao prêmio máximo da Academia e estreia no Brasil no dia 22.