Aos 41 anos, Zé Roberto pretende atuar por mais uma ou duas temporadas e cogita encerrar a carreira vestindo a camisa do Palmeiras. Embora não admita publicamente, o novo vínculo por mais uma temporada já está definido – falta a assinatura formal do contrato.

“O Palmeiras foi o clube onde me identifiquei de forma mais rápida. Em seis meses estava vendo a torcida gritando ‘Au, au, au… Zé Roberto é animal’. Isso geralmente só acontece quando o atleta ganha um título”, afirmou o jogador. “São coisas que me fazem pensar em jogar um, dois anos, e de repente encerrar minha carreira aqui. Não que haja possibilidade de encerrar em outro clube, são coisas que acontecem no futebol. Estou muito feliz aqui”, completou o veterano.

A renovação é um tema a ser evitado na reta final do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. “O que posso adiantar é que as duas partes querem. Essa questão eu encaro de uma forma muito simples. Para renovar com o Palmeiras, eu e o clube precisamos de apenas cinco minutos. O momento não me permite falar disso porque ainda não conseguimos nosso objetivo. Estou focado na temporada”.

Um dos destaques do Palmeiras na temporada, Zé Roberto tem a confiança do técnico Marcelo Oliveira por causa do profissionalismo, da dedicação e da versatilidade. Mesmo aos 41 anos, ele pode ser escalado na lateral – teve atuação considerada perfeita no jogo contra o Internacional pela Copa do Brasil anulando Valdivia -, como volante, segundo volante ou até como meia de criação. “Zé Roberto é um exemplo em todos os sentidos”, diz o treinador palmeirense.