O novo carro da Williams, apresentado ontem em Barcelona, seguiu à risca a tendência evidenciada em todos os lançamentos deste ano: se fosse pintado de vermelho, em vez de azul, poderia ser chamado de Ferrari F2002. E no caso do FW25 da Williams as semelhanças são ainda mais visíveis, porque o maior responsável pela aerodinâmica é o italiano Antonio Terzi, que trabalhava na Ferrari.

“Nosso time e a BMW são muito impacientes. Desenvolvemos um carro para estar no nível dos melhores”, disse Frank Wil-liams. Já o piloto Juan Pablo Montoya comentou que se o FW25 for tão eficiente quanto a Ferrari, ganhará muitas corridas, como fez Michael Schumacher.