Jogadores do FC Cascavel comemoram gol logo no primeiro minuto e já descumpriram o protocolo, que proibia abraços, O Paranaense voltou. Foto: Reprodução/DAZN

O FC Cascavel largou na frente no duelo com o Rio Branco na volta do Campeonato Paranaense. Em jogo válido pela ida das quartas de final da competição, na volta do futebol no estado, a Serpente dominou completamente o confronto e venceu o Leão da Estradinha por 3×0, no Germano Krüger, em Ponta Grossa. Os gols foram marcados por Lucas Tocantins (2) e Magno.

Com o resultado, o time do Oeste agora pode perder por até dois gols de diferença a partida de volta – que ainda não está com data marcada, mas deve acontecer no meio de semana -, que avança para a semifinal. Caso o Rio Branco vença por três de diferença, a vaga será decidida nos pênaltis.

O jogo mal tinha começado e já dava indícios do que viria. Completamente desfalcado, o Rio Branco foi para a partida com apenas os 11 titulares e mais um goleiro no banco. Inclusive, o vereador Ratinho, sem jogar há quatro anos, teve que ser titular no ataque. Aos 40 anos, o ex-jogador havia sido registrado no BID como uma homenagem, mas foi convocado para o duelo.

Diante disso, o FC Cascavel logo abriu o placar. Com menos de dois minutos, Lucas Tocantins foi lançado pela esquerda, dominou na área e bateu cruzado, na saída do goleiro. Na comemoração, os jogadores da equipe aurinegra se abraçaram, descumprindo o protocolo de determinações pra volta do Paranaense.

Rio Branco e FC Cascavel jogaram em Ponta Grossa. Foto: Reprodução/DAZN

A facilidade na troca de passes era evidente, muito pelo ritmo do confronto. A Serpente, melhor preparada fisicamente, tinha o amplo domínio, trabalhando as jogadas e se mantendo no campo de ataque. Ao Leão da Estradinha, que não tinha nem como mexer no time taticamente, restava apenas se fechar e apostar em um contra-ataque.

Mas, com o passar do tempo, o FC Cascavel foi diminuindo a pressão, tirando um pouco o pé e permitiu ao Rio Branco até um susto, mas logo depois a equie do Oeste retomou o domínio e só não aumentou a vantagem porque Juninho fez duas boas defesas.

No segundo tempo, o Rio Branco voltou até com mais posse de bola, forçando as jogadas de ataque na tentativa do empate. Só que a diferença física começou a pesar para a equipe de Paranaguá.

Sem poder fazer alterações e diante de um adversário mais preparado, o Leão da Estradinha viu o FC Cascavel retomar o ritmo e ampliar. Aos 26, Magno foi derrubado na área e o árbitro assinalou pênalti. O próprio Magno foi pra cobrança e fez 2×0.

Magno comemora o segundo gol do FC Cascavel com a imagem que se tornou símbolo da luta contra o racismo. Foto: Reprodução/DAZN

No final, Quaresma fez jogada pela esquerda e passou para Lucas Tocantins, que fez o terceiro e acabou definindo o largo placar.

Confira os gols do jogo:

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PARANAENSE
Quartas de final – Jogo de ida

RIO BRANCO 0x3 FC CASCAVEL

Rio Branco
Juninho; Luis Roberto, Paulo Henrique, Thurram, Pedrinho; Arroyo, Kaio Wilker, Vitinho, Bruno Andrade e Felipe Nunes; Ratinho. Técnico: Amaury Knevitz

FC Cascavel
Raul; Libano, Afonso (Douglas Mendes), Marcel (Willian) e Quaresma; Duda, Oberdan (Sananduva) e Adenilson; Henrique, Lucas Tocantins e Magno. Técnico: Marcelo Caranhato

Local: Estádio Germano Krüger
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Sidmar dos Santos Meurer
Gols: Lucas Tocantins, 1 do 1º; Magno, 27, Lucas Tocantins, 44 do 2º
Cartões amarelos: Vitinho (RIO);


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?