enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Veteranas são destaques no vôlei de praia

  • Por Redação Tribuna Do Paraná

Começa hoje a fase de qualificação da segunda etapa do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia. Nesta etapa, serão disputadas partidas para escolher oito duplas masculinas e oito femininas que vão completar a tabela da fase principal, que começa na sexta-feira e termina no domingo.

Até segunda-feira, os organizadores do evento registraram inscrições de 44 duplas masculinas e 32  femininas. O Circuito BB de Vôlei de Praia é uma parceria entre o Banco do Brasil e a Prefeitura de Curitiba e está sendo organizado pela Secretaria Municipal do Esporte e Lazer e pela Confederação Brasileira de Vôlei. Neste ano, Curitiba retorna ao calendário oficial da competição, após ficar três anos fora do circuito.

Mulheres de fibra

Jacqueline foi a primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro olímpica. Giseli Gavio, irmã de Giovane, única atleta que tem a camisa, de número 11, imortalizada pelo clube italiano Foppapedretti, de Bergamo. Ambas são sinônimos de garra, dedicação e amor ao esporte, e hoje, no Dia Internacional da Mulher, elas estarão em ação no qualifying da segunda etapa do Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia, em Curitiba, disputando uma das oito vagas colocadas em jogo para o torneio principal. As partidas começarão às 8 horas na arena montada no Parque Barigüi.

Aos 44 anos, completados no mês passado, Jacqueline é um dos símbolos do esporte brasileiro. Seu nome é respeitado em todo o mundo. A temporada de 2006 é especial para a jogadora, que comemorará 10 anos da conquista do ouro em Atlanta, e faz planos para festejar a data em um jogo-exibição.

"Acho que este é um ano legal para comemorar o Dia Internacional da Mulher porque marca os 10 anos da medalha de ouro", afirmou Jacqueline que, a exemplo do norte-americano Karch Kiraly, é um exemplo para as atletas mais jovens, como a sua atual parceira, Júlia, de 19 anos.

Mãe atleta

Das seis etapas do Circuito Banco do Brasil realizadas no segundo semestre do ano passado, a mineira Giseli Gavio participou apenas de duas,

em Fortaleza e em Vila Velha. Agora, em Curitiba, a jogadora de 38 anos volta a disputar a competição estreando a parceria com a paulista Adriana Bento.

"Fiquei com saudades de jogar o Circuito BB, onde me sinto muito bem por estar em um ambiente jovem. Quero voltar a me manter entre as duplas do torneio principal", disse Giseli, mãe de Ricardo, de nove anos, e Carolina, de seis.

Experiência também não falta à ex-levantadora da seleção brasileira Ana Richa, que se divide entre as funções de atleta, técnica, mãe de Rodrigo, 14 anos, e Eduardo, nove, e de dona-de-casa.

"Para mim é uma satisfação pessoal a cada dia. Estar em forma, em atividade, e mantendo o mesmo prazer de treinar e jogar", afirmou Ana Richa, 39 anos.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas